É urgente incentivar a investigação na área das lesões vertebro-medulares
Notícia 17/05/2019

O dia 15 de maio, Dia Internacional da Família, foi este ano também comemorado em família, com o Encontro sobre Lesões Vertebro-Medulares no Auditório do Centro de Medicina e Reabilitação de Alcoitão (CMRA), um centro que acolhe a Associação Salvador há muitos anos e onde que nos sentimos em casa.

Com o objetivo de procurar dar resposta às maiores questões sobre o que está a ser feito na área das Lesões Vertebro-Medulares e o que podemos esperar da investigação nesta área, a Associação Salvador promoveu este encontro, em parceria com o ICVS/3B’s (Escola de Medicina da Universidade do Minho) e CMRA (Santa Casa da Misericórdia de Lisboa).

Uma tarde com partilha de conhecimento, de inquietações e de esperança na melhoria da qualidade de vida, que trouxe os mais recentes resultados da investigação nesta área. O facto de ter sido em português e com uma linguagem mais acessível permitiu maior entendimento por parte do público e mais proximidade e abertura para colocação de questões.

Permitiu, também, dar a conhecer a Associação Salvador e os projetos desenvolvidos com vista à melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência motora de todo os país.

Foi um evento que chegou a muito mais pessoas com deficiência do que em eventos anteriores. Tivemos um auditório composto, com 87 pessoas, 25 das quais com deficiência. Muitos técnicos da área da saúde (terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fisiatras, enfermeiros, etc), familiares de pessoas com LVM e investigadores. No final fizemos um lanche de networking, com oportunidade para trocar experiências e partilhas muito interessantes e importantes para o dia-a-dia de cada um.

A fechar este Encontro, Salvador Mendes de Almeida referiu que "a investigação na área das Lesões Vertebro-Medulares tem o potencial de melhorar drasticamente a nossa qualidade de vida. É urgente incentivar o Investimento nesta área".

  • Um auditório composto, com 87 pessoas, 25 das quais com deficiência. Muitos técnicos da área da saúde (terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, fisiatras, enfermeiros, etc), familiares de pessoas com LVM e investigadores.

Envolva-se Faça parte desta causa!

O seu apoio é muito importante. Fazer a diferença na vida das pessoas com deficiência motora está ao seu alcance.

Quero Ajudar
Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.