Não há impossíveis: Renato tem uma perna amputada e um braço paralisado e conquistou o ponto mais alto do país
Notícia 23/09/2020

O Renato é hemiplégico, o que lhe causa a paralisia de todo o lado esquerdo do corpo. Há dois anos, amputou a perna esquerda e, hoje, desloca-se com recurso a uma prótese. Superando todas as expectativas, o Renato alcançou o ponto mais alto do país e tornou-se, assim, na primeira pessoa com uma perna amputada e um lado do corpo paralisado a conquistar o topo da ilha do Pico.

O convite partiu da Associação Salvador que quis provar que não há impossíveis e que, com força de vontade, coragem e persistência, todos os obstáculos da vida são ultrapassáveis.

“Foi com um enorme orgulho e sentimento de missão cumprida que vimos o Renato alcançar o ponto mais alto de Portugal. Iniciativas como esta vêm-nos mostrar a importância de ultrapassar barreiras e de nos superarmos no dia-a-dia. Não há impossíveis. Com esforço, dedicação e resiliência tudo é possível. Este é o principal objetivo destes Desafios Solidários da Associação Salvador. Queremos mostrar que a mudança e a superação estão nas mãos de cada um de nós. Sabemos que este foi um esforço conjunto e só possível graças ao espírito de equipa e de união que se viveu naquela montanha e, por isso mesmo, quero deixar um agradecimento muito especial à Savills, que nos acompanhou nesta aventura, à Hominis Natura, parceiros indispensáveis na subida, e à Aqua Açores, incansáveis no apoio prestado”, declara Salvador Mendes de Almeida, Fundador e Presidente da Associação Salvador.

A aventura, surge no âmbito dos Desafios Solidários da Associação Salvador, uma iniciativa inovadora em Portugal que promove teambuildings solidários e originais para empresas. Este foi o desafio lançado à Savills – 13 colaboradores da empresa ajudaram uma pessoa com mobilidade reduzida a subir ao topo da ilha do Pico. Um objetivo largamente conquistado e que superou todas as expetativas.

“Apoiar a Associação Salvador já há muito tempo que faz todo o sentido para nós e vai muito para além da ajuda financeira. Poder juntar-nos ao Renato e, com ele, vencer barreiras para ajudar o pequeno Guilherme, foi gratificante e extremamente fortalecedor, sobretudo num momento que nos põe à prova todos os dias, como este que todos estamos a viver. Obrigada a toda a equipa que aceitou este desafio”, refere Patrícia de Melo e Liz, CEO da Savills Portugal.

Ao todo, foram necessárias 12 horas para que todo o grupo concluísse a subida e a descida. Um percurso difícil, com muitos obstáculos, que incluiu algumas lágrimas, muitos sorrisos e, acima de tudo, um sentimento de união e de amizade, que ficarão na memória de todos os presentes.

 

Poderá descarregar fotografias e imagens de vídeo da subida aqui: https://we.tl/t-VXLUocrRPM

(os créditos das imagens deverão ser atribuídos à Hominis Natura)

  • O Renato alcançou o ponto mais alto do país e tornou-se, assim, na primeira pessoa com uma perna amputada e um lado do corpo paralisado a conquistar o topo da ilha do Pico.

Envolva-se Faça parte desta causa!

O seu apoio é muito importante. Fazer a diferença na vida das pessoas com deficiência motora está ao seu alcance.

Confie 0,5% do seu IRS à Associação Salvador, sem qualquer custo.

Para consignar o seu IRS, ao preencher a declaração, coloque o nosso NIF 506 723 364 no Campo 11, fazendo uma cruz em Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Simples, rápido e sem custos para si.

Quero Ajudar
Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.