Poderia a Lucinda continuar a viver assim?
Notícia 05/12/2017

Em 2001, teve um enfarte e em 2003 foi-lhe amputada a perna esquerda. Desde essa altura,  Lucinda Roxo deixou de poder aceder ao 1º andar, sujeitando-se a viver na cozinha do piso terreo da sua casa. Além disso, a casa encontrava-se degradada, com um telhado que deixava passar chuva e necessitava de reparação urgente.

Numa carta muito sentida e desesperada, a Lucinda veio pedir apoio à Associação Salvador de forma a poder ter condições de viver na sua própria casa. Após várias tentativas juntos dos organismos públicos, autarquia e junta de freguesia, não tinha resposta ao seu problema.

Com uma campanha de angariação de fundos, foi possível construir uma casa-de-banho e um quarto para que a Lucinda tivesse uma casa digna e qualidade de vida. Com ajuda de todos o projeto foi financiado a 100%.

A felicidade da Lucinda contagia e traz uma mensagem de esperança!

 

Todos Juntos MUDAMOS VIDAS

 

 

 

  • Com ajuda de todos o projeto foi financiado a 100% e a Lucinda já vive com dignidade

Envolva-se Faça parte desta causa!

O seu apoio é muito importante. Fazer a diferença na vida das pessoas com deficiência motora está ao seu alcance.

Quero Ajudar
Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.